02/05/10

O canto do cisne

O Sporting despediu-se de Alvalade com mais um desaire, num jogo que foi o espelho fiel desta época. Uma exibição cinzenta, sem chama, sem ideias, sem nada...foi o canto do cisne da pior época que tenha memória do meu Sporting, e que finalmente vai terminar.

Nota: Depois de 90" de completa nulidade, depois de mais um desaire da equipa, ouvir Carvalhal em mais um discurso auto-elogioso, e cheio de farpas pelo meio, é dose a mais. Este homem deve ser egocêntrico, é que nem ao melhor do mundo se ouve isto semana após semana...

6 rugido(s):

António Lopes da Costa disse...

Carvalhal não só não saiu pela porta grande como foi ele próprio que apontou a sua despedida pela porta dos fundos, depois de mais uma exibição miserável.
Espero que Bettencourt perceba que é preciso fazer mesmo uma mini-revolução no plantel do Sporting, porque o Sporting precisa de mais do que um plantel competitivo.
É preciso também dar mais ambição à estrutura de futebol...

nMatos disse...

A culpa não é do treinador. Eu estava no estádio para a despedida, da época e da gamebox que não vou renovar (por motivos familiares mas tb pelo paupérrimo préstimo desta época e pelo futuro que se adivinha), e o que vejo é jogadores pagos a peso de ouro a fazer patetices e a falharem passes certos que nem os miudos falham. O treinador, este e o anterior, não tem culpa de os jogadores não quererem fazer mais e melhor. É triste mas é a verdade. Com esta equipa não vamos lá...

Foi muito estranho ontem no momento do golo da Naval muita gente ter gritado Golo a boa voz, mas o do Porto, que coincidiram no momento exacto... espero que os confusos jogadores do Sporting tenham-se sentido envergonhados...

Visconde disse...

Caro NMatos

A culpa não pode ser exclusivamente de uma pessoa, mas o discurso de Carvalhal é de bradar aos céus.

Quantos aos festejos dos golos nortenhos, é outra coisa que sinceramente tenho vergonha, e mostra a importância que atribuimos aos outros. Desde quando os golos dos nossos adversários são motivo de festa para nós. Deviamos preocupar-nos só connosco, e já temos que chegue...
Ambição precisa-se e muito em todos os quadrantes do futebol leonino.

António Lopes da Costa disse...

A crítica que fiz ao Carvalhal não visou esconder uma outra crítica, muito mais severa, aos jogadores. Que fizeram um jogo péssimo. E uma temporada desastrosa. Estão a precisar de ouvir uns bons gritos...
Não se admite!
Apesar de também ter ido ao estádio, não vou comentar o festejo do golo do Porto. Fiquei feliz por terem marcado. Mas muito revoltado com aquela série de gente mimada, conformada, perdedora que esteve em campo. Nem sequer dignidade têm! Daí ter falado na revolução de que o Sporting, de facto, precisa. É a minha opinião.

Visconde disse...

Caro António

No meu entender não penso que seja necessária uma tão grande revolução. O Sporting precisa essencialemente de trazer qualidade e opção ao plantel, de forma a que quando falta um elemento naõ se note a diferença (basta ver a ausência de Pedro Mendes no domingo...) e sobretudo de forma a que os putos mimados sintam o lugar em risco.
Quantos atletas do plantel têm concorrência ao lugar?
Patricio, Moutinho, Veloso, Grimi, Liedson...etc,etc...

Henrique ANTUNES FERREIRA disse...

Ó Sôr Visconde

Sou leão desde que me conheço, e já lá vão uns tempitos. Vou fazer 69 - anos, tá claro cumo binho tinto.

Estou de acordo contigo.Esta talvez tenha sido a época mais miserável do nosso Sporting. Como dizem os brasucas - num dá prá intendê...

Culpados? Uma quantidade substancial, mas... A começar pelo Dr. Bett...inho, o principal. Não sou sócio porque não quero, mas se o fosse e tivesse feito parte da «esmagadora maioria» deitava-me dum r/c baixo, abaixo.

Remédio santo: vá suicidar-se, Sôr Bettinho. E enquanto lhe for possível. O banco está à sua espera; o do Hospital de Santa Maria, obviamente...

Prontos, sem s. Convite ao Sôr Visconde: vai à Minha Travessa e deixa uns cumentários, com o. Tóbrigadinho

Abs