16/03/09

2 Tiros no pesadelo

Com Alvalade em estado de efervescência fruto da humilhação de Munique, era com algumas reticências que se aguardava pela recepção ao Rio Ave, e apesar das manifestações iniciais e alguns apupos, a verdade é que o jogo acabou por correr bem, a equipa venceu sem grande magia é certo, mas no final o público aplaudiu, mostrando que o pesadelo já passou.
O Sporting apresentou-se sobre brasas, não podendo falhar, se ainda mantém acesa a chama pelo titulo, mas sobretudo pelo desaire da Champions, tendo que vencer de qualquer forma e limpar um pouco dessa imagem. E nesse aspecto tudo correu de feição, o arqui-rival do Fófo perdeu no galinheiro, o Rio Ave nunca incomodou e após o primeiro golo aos 20" num remate de Moutinho as coisas ficaram bem mais simples.
Sem fazer uma grande exibição, os leões optaram por jogar seguro e vencer de forma tranquila, tendo sido a única equipa que procurou o golo, desperdiçando algumas ocasiões e vendo Elmano Santos fazer vista grossa a 2 grandes penalidades.
Já no cair na 1ª metade, o lance que acabou com o jogo, Derlei passa pelo central do Rio Ave que corta o lance com o braço, vendo o cartão vermelho. Na cobrança da falta, Roca fuzila as redes vilacondenses e faz o 2-0 e o seu 1º golo na liga.
Na 2ª metade o jogo pouco interesse teve, com o Sporting a gerir e tentando de quando em vês aumentar a vantagem, e o Rio Ave a tentar fazer qualquer coisa sem conseguir.
Com este triunfo, os leões sobem ao 2º posto e mantêm a esperança no titulo, cuja próxima jornada poderá ser importantíssima. Até lá temos a final da Taça da Liga e os compromissos das Selecções.

5 rugido(s):

Virgílio Bernardino disse...

É impossível condenar o apoio dado no Estádio, mesmo se imerecido, até porque na Tv, eu próprio não consegui evitar o impulso dos festejos assim que Moutinho e Rochemback (at Last) faturaram…

Serve como pequena compensação a vitória e, precisamente, os três pontos, porque quanto à qualidade do futebol demonstrado, tivemos mais do mesmo. A segunda parte então, foi de uma pobreza franciscana tal a desoladora falta de ideias que, com mais um jogador que o Rio Ave, impediu que nesses segundos 45 minutos se ampliasse o marcador.

Uma nota de desagrado: porque é que a policia impediu adeptos sportinguistas de se expressar? Não estamos num País livre? As mensagens nas tarjas seriam tão apeladoras de violência que fossem impeditivas de ser mostradas? Ou não convinham a um certo poder instalado no NOSSO José de Alvalade? Muito triste este episódio… Já nem na nossa 'casa' podemos manifestar-nos livremente!

Abraço, Visconde!

Visconde disse...

Caro Virgilio

Preocupa-me esse tipo de censura, mas também me preocupa a falta de civismo de que foi alvo o Sporting nos últimos dias. É que criticar é legitimo, agora estragar o património que é do nosso Sporting, já não me parece que seja. Existem muitas formas de protesto que não sigam estas atitudes...

Abraço

Gnitrops disse...

Vitória justa!

Jogadores muito tensos, receosos, vá lá que houve eficácia na hora da finalização.

O importante foi vencer num momento difícil da temporada.

Importante também termos passado para 2º lugar.

Agora é ganhar a Taça da Liga!!

Tite disse...

Agora é ganhar a Taça da Liga e esperar nalguma noite desinspirada do FCP desde que não percamos mais nenhum jogo até final.
Assim talvez continuemos a ser um povo de brandos costumes, mesmo ou especialmente os Sportinguistas.
Essa de destruir o património parece-me bem exagerada.
Será que um pintura nas paredes, que até devem ser pintadas com alguma frequência, é assim tão criticável?
Não podemos reagir sempre como lagartos de sangue frio, também há verdadeiros leões selvagens na nossa comunidade leonina.

Rugidos de compreensão por ambas as reacções

Armando Silva disse...

Foi uma bela vitória do nosso Sporting que nos catapultou para o segundo lugar... A equipa reagiu bem ao pesadelo e acordou bem a tempo de mostrar algum serviço... Agora é lutar muito no jogo da taça da liga.

Grande abraço caro amigo