24/03/09

AlgarveGate - Parte II

Em 2004 assistimos de forma incrédula à permissão da LPFP para a deslocação do Estoril para o Algarve, que é ali mesmo ao lado, para receber o Rec. Luz nas últimas jornadas da Superliga e puder assim de forma mais descansada oferecer-lhe 3 pontos fundamentais para a conquista do titulo patrocinado pela APAF.
Passados 5 anos sensivelmente, no mesmo local, o patrocinador do costume voltou a brindar o Fófó com mais uma prenda, oferecendo-lhe em bandeja a Taça da Liga, num lance de laboratório de Lucílio Batista, cuja intuição e justificações perante o sucedido, são no mínimo hilariantes. Claro que para os lados do Colombo tudo aquilo foi feito com a maior transparência e credibilidade, aliás não entendo como alguém que tanto "luta" pela limpeza do futebol português consegue reconhecer mérito numa conquista que é de muitos, menos sua...
Tanto investimento necessita de títulos, nem que sejam oferecidos ou roubados!!!
Ando ansioso para ver o desfecho de mais esta trafulhice do futebol nacional, aguardando com expectativa as declarações de Hermínio Loureiro após a reunião de emergência da LPFP.
Até agora quase todos os intervenientes directos ou indirectos já se prenunciaram sobre a palhaçada ocorrida no Algarve.
Sporting

O Sporting mostrou desde logo, e bem, a sua indignação perante o roubo de que foi alvo e deve levar o caso até às últimas instâncias. A saída da direcção da LPFP só peca por tardia.
Lucílio e muchachos (Ladrões)

Ninguém de boa fé acredita nas palermices que este senhor disse e com as quais justificou o assalto que fez ao Sporting no sábado passado. Dizer que marcou um penalti por intuição e percepção do seu auxiliar é gozar com todos nós. O único capaz de ter visão sobre o lance não teve coragem para corrigir a situação e vir agora dizer a verdade, e os 2 com o ângulo de visão tapado, decidem um jogo por intuição e percepção...
Vítor Pereira e Hermínio Loureiro (Presidente do CA da LPFP e Presidente da LPFP)

Deveriam ser os primeiros a dar a cara, a retratarem-se perante o Sporting Clube de Portugal e apresentarem uma solução perante o sucedido. Ao invés disso, escondem-se no silêncio e procuram a todo o custo passar despercebidos e fugindo às suas responsabilidades. A demissão é o mínimo que podem fazer.
Luís Guilherme (Presidente da APAF)

Afirmou hoje que não entende o porquê de tanto alarido em volta dum erro de arbitragem e considera exagerados os protestos do Sporting neste caso, pedindo tranquilidade para os árbitros para que tudo corra dentro da normalidade...
Mais um dirigente em estado senil é o que podemos afirmar perante isto. É por estes e outros que o futebol está na vergonha em que se encontra.
Recreativo da Luz
Os proclamados defensores da verdade e transparência mostraram a sua verdadeira face com tudo isto... ao colinho é que é bom, de outra forma não dá!!!

24 rugido(s):

Anónimo disse...

Quero lembrar te ó monte de merda que esse mesmo lucilio baptista o ano passado roubou ao benfica 3 pontos no jogo contra o boavista onde não assinalou 3 penaltis e dois deles no mesmo lance e descarados, que originaram o afastamento da champions em proveito do seu clubeco e com enorme prejuizo a nivel financeiro para as contas do Benfica, visto vocés o terem recebido fruto do acesso directo á champions. E há dois anos contra o beira mar foi igual mais um roubo ao Benfica, lá fora novamente a merda VERDE á champions ás custas dos erros deste senhor!!! Portanto cala me essa boquinha monte de merda!!!

8 disse...

Caro Visconde

Quero deixar aqui um reparo:

Fófó é o nome pelo qual é conhecido, e carinhosamente tratado, inclusive pelos seus sócios e adeptos, o mui respeitado e honesto Clube de Futebol Benfica, um Clube com mais de 75 anos de existência, verdadeiro representante desportivo da freguesia de Benfica, do qual muito orgulhosamente sou associado há mais de 50 anos.

Aproveito para o informar que tal e qual o nosso Sporting foi roubado bastas vezes pelos calabotes, valentes, lucilios, e outros piões de brega do clubezeco da trafulhice, também o Fófó foi muitas vezes roubado por outros mandados pela mesma seita, quando tinha grandes equipas de hóquei e disputava os títulos.

Por tudo isto peço o favor de tentar arranjar um adjectivo mais adequado para classificar os aldrabões estacionados em frente do Colombo.

Fófó é sinónimo de Clube de Futebol Benfica, é sinónimo de Dignidade.

Saudações Leoninas

Armando Silva disse...

Belo retrato da vergonha que tem sido o nosso futebol... Não basta criticar, não basta pedir melhor, é preciso agir e "berrar"!!! Da nossa parte, os adeptos, compete-nos não deixar este assunto cair no esquecimento e organizar varias iniciativas para mostrar a revolta leonina...

Grande abraço caro amigo

Anónimo disse...

VOTEM NO PEDRO SILVA

http://www.lpfp.pt/carlsberg_cup/Pages/Final.aspx

Via VERDE
www.osangueleonino.blogspot.com

Caetano disse...

"Se o Benfica não for à Champions não morre ninguém" - Luís Filipe Vieira, aquando da decisão do TAS...

Caetano disse...

Xiça, que esta malta do Benfica de vez em quando é cá acometida de uma diarreia verbal... lololol Andaste aos pontapés ao vespeiro, oh Visconde. Agora atura-os! :D

PPA disse...

Esse verme do Luís Guilherme ainda fez questão de sublinhar que o Sporting comeu 12 golos do Bayern.

Visconde disse...

Carissimo Anónimo

O seu comentário é revelador do que é um benfiquista, portanto não me merece qualquer comentário.
Mas aconselho a utilização de vitaminas para a memória e uma rápida visita à multiopticas...

Visconde disse...

Caro 8

Peço desculpas pelo "ofensa", que desde já será rectificada.

SL

Anónimo disse...

O estádio do Algarve vai mudar de nome vai passar a ser ESTÁDIO DO LSBATOTA,Estoril Gat,taça da liga.

GaCoMoSi disse...

"Mai nada" caro visconde. E prepara o teclado que estas jornadas que aí vem vão ser ainda um bocadinho piores...

Saudações Leoninas!

P.S. - Caetano...sempre atento!

Caetano disse...

GaCoMoSi, faço o que posso ;)

Aquele abraço!

FAKE JOAQUIN PHOENIX disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
8 disse...

Caro Visconde

Muito obrigado. Assim, ou ainda pior, está muito melhor.

Não consigo distinguir qual foi o meu primeiro Clube: desde que me conheço que sou do Sporting e do Futebol Benfica (Fófó). Felizmente nunca tive necessidade de escolher entre os dois.

SPORTING SEMPRE!!!

Anónimo disse...

tendes memoria curta! lembrai-vos como chegasteis ás meias finais, com aquela roubalheira a vosso favor contra o Rio Ave com golos irregulares, mas ai nao se vieram queixar, cambada de facciosos!

Anónimo disse...

Aí está um verdareiro benfiquista. Boçal e da ralé. Por isso é que só lá vão com ajuda. Não têm carácter nem qualidade para mais. Nas últiams 20 épocas este é o 8º título que ganham e ajudados. O Sporting ganhou 15 e o FCP 34. E tanto justificam esta «vitória». Porque será?!

Victor disse...

A última ceia de Paulo Bento.

Paulo Bento ceava com os seus onze apóstolos e mais um convidado, um tal de Lucílio Judas Baptista, na véspera da final da taça da cerveja. Mais ou menos na metade da segunda parte da refeição, Paulo Bento, olhando-os a todos, disse: "Eu vos declarei o quanto eu desejava realizar esta ceia convosco e, sabendo como as forças do conselho de arbitragem e da Liga conspiraram para a derrota do Filho do meu Pai, eu determinei compartilhar esta ceia convosco, nesta sala secreta, e um dia antes desta final, pois eu não mais estarei convosco na próxima época. Eu já vos disse repetidamente que estou cansado e que isto está a ficar demasiado podre. Agora a minha hora chegou e sei que um de vós me vai trair amanhã durante a final."

Quando os doze ouviram isso, tendo sido tirado deles muito da sua auto-segurança e autoconfiança, começaram a olhar uns para os outros, enquanto em tom desconsertado perguntavam hesitantes: “Serei eu, Mister?”. Pedro Silva levantou-se e perguntou sofregamente:"Serei eu, Mister?". Paulo Bento com muita tranquilidade, enquanto saboreava um pedaço de pão, olhou seriamente para Pedro Silva e respondeu: "Pedro, Pedro, tu não tens culpa que o teu peito seja muito parecido com um braço." Pedro Silva, com um ar confuso, replicou:" Mister, não entendo. Que o meu fiho morra se eu percebo alguma coisa do que está a dizer." Paulo Bento, bastante tranquilo, afirmou :" Pedro, tu que não gostas de medalhas, vais perceber o que digo. Pedro, antes de o galo cantar, vais negar três vezes que fizeste penálti. Sossega, Pedro. Não serás tu, o traidor".

E quando Paulo Bento acabou de dizer isso, eles começaram novamente a perguntar: “Serei eu, Mister?” E Lucílio Judas Baptista, sentado à esquerda de Paulo Bento, perguntou: “Serei eu, Mister?” Paulo Bento, segurando o pão no prato das ervas, passou-o a Lucílio Judas Baptista, dizendo: “Tu o disseste”. Os outros, entretanto, não ouviram Paulo Bento falar a Lucílio Judas Baptista. João Moutinho, que estava reclinado no divã à direita de Paulo Bento, apoiou-se e perguntou: “Quem é? Deveríamos saber quem é que se mostrou infiel à confiança nele depositada”. Paulo Bento respondeu fazendo aquele gesto característico de roubo com a mão direita: “É aquele que não sabe distinguir o peito de um braço”.

Lucílio Judas Baptista estava dolorosamente consciente do significado das palavras de Paulo Bento ligadas ao seu acto, e tornou-se temeroso de que os outros estivessem agora também cientes de que era ele o traidor.

Pedro Silva estava bastante agitado com aquilo que tinha sido dito e, inclinando-se para a frente sobre a mesa, dirigiu-se a
João Moutinho: “Tu que és o capitão, pergunta-lhe quem é, ou, se ele te disser, diz-me quem é o traidor”.

Paulo Bento colocou um fim àqueles sussurros dizendo: “Entristeço-me de que esse mal venha acontecer e até este momento eu esperei que o poder da verdade desportiva pudesse triunfar sobre os erros dos árbitros, mas essas vitórias não são ganhas dentro de campo. Eu gostaria de não ter de dizer essas coisas, nesta que é a nossa Última Ceia, mas desejei prevenir-vos sobre esses sofrimentos e, desse modo, preparar-vos para o que nos espera. Eu vos disse isso porque desejo que vos lembreis, depois que eu me for, de que eu sabia sobre todas essas conspirações maldosas do Conselho de Arbitragem e da Liga, e que vos preveni sobre a traição feita contra mim. E tudo isso eu faço apenas para que sejais fortalecidos contra os erros e injustiças que estão pela frente”.

Depois de falar assim, Paulo Bento, inclinando-se para o lado de Lucílio Judas Baptista, disse: “O que decidiste fazer, fá-lo rapidamente, não vás conversar com o teu auxiliar. Assume a responsabilidade da tua traição e nem vale a pena pedires desculpa mais tarde. E não te esqueças que Ele nunca mais falará contigo. Aproveita o teu Domingo extraordinário.”. E quando Lucílio Judas Baptista ouviu essas palavras, levantou-se da mesa e apressadamente deixou a sala, perdendo-se no breu da noite.

João Moutinho, revoltado, ainda berrou pela janela:"E pedir desculpa, às vezes, não chega. Ficas avisado, traidor! Uma autêntica vergonha!"

Victor disse...

No dia seguinte à final da Taça da Liga, de manhã, Lucílio Baptista passeava com os seus dois árbitros auxiliares junto à Marina de Portimão quando vislumbrou, ao longe, uma mulher bastante sensual que vinha em sentido contrário. Dizia o bom do Lucílio para o seus botões: "Este Domingo não está a ser fantástico e até estou chateado, mas aquela toura até marchava muito bem." Acelerou um pouco a passada, deixando os seus auxiliares para trás.

Entretanto, uns vinte metros à sua frente, seguia um adepto com a camisola do benfica vestida, que não devia medir mais de um metro e meio, aparentava um ar atarrecado e uma barriga proeminente. Encontrava-se ainda visivelmente embriagado, resultado da ingestão de doses industriais de álcool do garrafão de vinho que transportava na mão esquerda e do pack de cervejas Carlsberg que trazia na mão direita. Este adepto repara então na voluptuosa mulher que se aproximava rapidamente. A mulher trazia um vestido semitransparente que deixava transparecer um biquini verde fluorescente e que permitia vislumbrar um decote bastante generoso de um peito farto. O adepto benfiquista acelera o passo e, no momento em que passava por ela, diz-lhe baixinho, quase sussurrando: "Ó boazona, se fosses uma lagartixa, comia-te o rabo. Tens cá um par de tetas!" Nesse momento, a mulher pára e olha, com desprezo, de cima abaixo para aquele homem desagradável com um cheiro a vinho e cerveja, durante uns momentos, e, de repente, enfia com a mama direita na cara do adepto benfiquista, provocando a sua queda para trás.

Lucílio Baptista, apesar de estar longe, repara no sucedido e procura, sofregamente, o apito que trazia no bolso do casaco. Leva o apito à boca e dá uma longa apitadela deixando os seus auxliares surpresos. Aproxima-se de Luís Cardinal, procurando recuperar o fôlego, coloca a mão em frente da boca e pergunta: "Luís, disfarça. Não reparaste naquele lance ocorrido lá à frente? Do ângulo onde estava, tenho a certeza que foi com a mão que ela lhe acertou." Luís Cardinal coloca também a mão em frente da boca e responde: "Lucílio, acho que não. Acho que foi com o peito." Lucílio reitera: "Houve ali um desvio qualquer. Neste momento, tenho a certeza que foi com a mão. Mas..."

Pais António que se encontrava mais atrás, correu um pouco e pergunta: "Lucílio, que se passa?" Lucílio, ainda algo indeciso, pergunta: "Pais António, viste o que se passou lá à frente? Foi com a mão ou com o peito?" Pais António responde: "Lucílio, eu estava lá atrás. Tinha o mesmo ângulo que tu e vi, claramente, que foi com a mão." Lucílio, agora mais confiante e respirando fundo, reafirma: "Sim. Foi com a mão..."

Lucílio Baptista, sem ninguém esperar, avança com passada firme em direcção à mulher. Procura ansioso algo no bolso das calças. Retira um cartão vermelho e mostra-o à mulher. "Mas o que é isto?", pergunta a mulher bastante indignada. Ela abre um pouco mais os olhos e, sem querer acreditar no que via, pergunta: "Espera lá. Tu não és o cabrão do árbitro que roubou ontem o meu Sporting?" Lucílio, bastante perturbado, responde: "Roubar, não. Roubar, não. Não roubei ninguém. Eu vi que foi com a mão. Não foi com o peito." Já bastante exaltada, a mulher aproxima-se de Lucílio e pergunta: "Não foi com o peito??? Então tomá lá para ti" E dá-lhe uma peitada que quase o derruba e afasta-se, olhando de soslaio pelo canto do olho. Pais António aproxima-se de Lucílio Baptista e pergunta: "Vais pôr isto no relatório?" Lucílio, visivelmente nervoso, responde: "Não, António. Não me apercebo da gravidade da atitude dela. Não te preocupes. Foi só mais Uma peitada."

O adepto benfiquista, ainda deitado no chão, sorria e, enquanto esfregava a face, ruminava entre os dentes: "Aquela matulona é bem boa. Ai, se tivesse aqui a minha Maria."

Visconde disse...

Caro Victor

Saiste-me cá um belo contador de histórias...

SL

FAKE JOAQUIN PHOENIX disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Visconde disse...

Caro JOAQUIN

FAKE YOU!!!

FAKE JOAQUIN PHOENIX disse...

DIZ LÁ QUE NÃO ESTOU COM GRANDE VISUAL, HEIN? AGORA SIM, VALE A PENA BLOGAR COM ABUNDÂNCIA. MUH UH

FAKE JOAQUIN PHOENIX disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Anónimo disse...

so valem os vossos com a mão do ex porco nas grandes areas !
essas sim são sem batota mas com roubalheira ne visconde pinderico. ..