21/09/09

Arrancada a ferros



O Sporting mantém-se no rumo das vitórias, embora mantendo o sofrimento caracteristico desta época, não sendo capaz de assumir o jogo desde inicio e sendo sempre obrigado a correr atrás do prejuízo.

Paulo Bento apostou em Postiga e Angulo em detrimento de Yannick e Matias e uma vez mais os leões entraram a dormir, e aos 20" de jogo já perdiam por 2-0, com mais um golo muito consentido pela sua defesa e um grande remate da equipa algarvia. Bento trocou o "ausente" Angulo por Yannick e só então a equipa leonina acordou indo em busca do resultado, mas tendo de se expor aos contra ataques do Olhanense, conseguindo  no entanto criar algumas oportunidades desperdiçadas por Postiga e Abel à boca da baliza. Depois foi Vuk a cabecear ao poste e Rui Costa a fazer vista grossa a uma mão de Miguel Garcia sobre a linha de golo, para aos 35" na sequência de um livre Daniel Carriço dar o melhor seguimento à bola e reduzir para 1-2 no seu 1º golo com a camisola leonina.
O Sporting acelarava mais o jogo e dominava a partida chegando ao empate aos 42" por Moutinho na marcação de uma grande penalidade inexistente por pretensa mão na bola de Anselmo.

No 2º tempo os leões entraram em busca do golo da vitória mas foi o Olhanense a ter a 1ª grande situação de golo, em mais um remate de fora da área à trave da baliza leonina, respondendo de seguida Postiga mas a rematar para as nuvens depois de fazer o mais dificil.
O Sporting dominava mas continua a ter dificuldades em entrar nas defensivas contrárias e só Liedson aos 72" consegue rematar com perigo, para minutos depois proporcionar a Ventura uma grande intervenção negando o golo ao luso-brasileiro. Os minutos iam passando e o empate já pairava sobre Alvalade quando aos 87" Caicedo ganha uma bola de cabeça à entrada da área e Vukcevic atira uma bomba para o fundo da baliza algarvia garantindo os 3 pontos para os leões.
Até final Yannick ainda desperdiçou uma grande ocasião para aumentar o resultado e colocar ponto final na decisão da partida.

O Sporting continua a vencer sem convencer e a demonstrar um futebol sem ligação, com demasiados erros defensivos e sofrendo por culpa própria para garantir o triunfo.
Fico sem perceber o porquê da inclusão na equipa de Angulo em detrimento de Matias e a ausência de Grimi dos relvados.
Como não se vislumbram melhorias, vai ser esta agonia até final. Aguenta coração...

7 rugido(s):

Armando Silva disse...

Mais uma vez.... foi sofrer, sofrer e sofrer... Felizmente conseguimos a 4ª vitória consecutiva da época, colamos no porto antes da visita ao dragão e estamos na luta.

Grande abraço caro amigo

Anónimo disse...

Já não tenho idade para ir ao futebol às 20 horas. As noites já refrescam, e a vista não ajuda. Tenho todavia um lugar vitalício na Central. E comodamente num sofá, não é a mesma coisa, do que estar no estádio.
Todavia, a continuar assim, julgo vir também num futuro próximo a sofrer do coração.
O nosso Sporting está doente...

Caetano disse...

Ai ai ai...!

Petição disse...

POR UMA REVOLUÇÃO NO FUTEBOL EM PORTUGAL:
Revolucionar o Futebol profissional em Portugal, pela implementação de um novo modelo de gestão, financiamento e organização.

Petição em:
http://www.ipetitions.com/petition/revolucaofutebolportugal/

António Lopes da Costa disse...

Dizem que os campeões se fazem, também, do sofrimento. Mas será que só o sofrimento chega?
Mas o que conta são os pontos e, aí, dependemos de nós para sermos campeões.

Tite disse...

Amigo,

Desta vez sofremos um pouco menos e ficámos a saber que temos mais jogadores a resolver para além do levezinho.

Esperas sofrer menos no próximo jogo?
Talvez não, mas espero ganhar na mesma.

Anónimo disse...

ai o guarda redes sérvio que faz muita falta...e o pastoricio anda a pastar..com as ovelhinhas da defesa que não fazem mal a uma mosca...
como será com um dragão..!??