02/04/10

Golear com tranquilidade

Goleada em ritmo de passeio, numa exibição tranquila, coroada com um hat-trick de Yannick, a estrela da noite e apenas estragada pela expulsão de Izmailov, num lance onde Proença decidiu de forma exagerada ser protagonista e dar uma mãozinha aos seus parentes.

O Sporting conquistou a maior goleada da temporada até ao momento, dominando o jogo por completo até aos instantes finais, não tendo necessidade de acelerar muito o ritmo, mas jogando bem, de forma tranquila e revelando uma grande eficácia.
O golo madrugador de Djaló deu o mote, ele que haveria de ser o protagonista da noite, fazendo um golo de bandeira a culminar grande exibição e a mostrar argumentos para o futuro e quem sabe a arriscar uma viagem até África no final da época.
O jogo decorreu de forma pacifica, com o Rio Ave a nunca incomodar Patricio e a não conseguir responder de forma alguma responder ao poderio leonino. Os ânimos só aqueceram nos derradeiros minutos com a expulsão exagerada de Izmailov após entrada dura, mas em que joga a bola, levando à sua ausência do derby da próxima jornada, situação que para além de prejudicar o clube, só servirá para alimentar mais polémica em torno do russo, ele que entrou no decorrer da 2ª parte sob um misto de aplausos e assubios, algo que me entristece.

Este foi o 1º jogo de Carvalhal sob destino oficial traçado, com a equipa a mostrar grande coesão e solidariedade com o treinador, deixando no ar a questão sobre se a decisão acerca do seu futuro é a mais acertada.
Na próxima ronda, joga-se o eterno derby, um jogo que vale mais do que simples 3 pontos e onde se espera um Sporting em grande.

7 rugido(s):

levezinho disse...

Estes árbitros já não conseguem esconder o seu benfiquismo! Deviam era ter vergonha! Dizem que o futebol está a resolver-se fora das quatro linhas. Permitam-me a correcção. O futebol está a resolver-se dentro de campo mas por pessoas como o senhor Proença...

Anónimo disse...

Epa deixem-se de ter a mania da perseguição. O Izmailov é bem expulso. O Tribunal do jogo é unânime. Ele faz uma entrada a pés juntos que poderia colocar em causa a integridade física do atleta do Rio Ave.
Não digam disparates!

Anónimo disse...

?Integridade fisica vi eu:no jogo Toupeiras/Liverpool=Xá Garcia subir um metro e setenta para dar uma patada na cabeça do adversário
Seja onde fôr são beneficiados por árbitos
O Ismailov já se safou de parar mais uns meses ao não jogar contra as toupeiras.Era aí que está o perigo

Visconde disse...

Caro Anónimo

Digo que é exagerada, devido ao jogador ter jogado a bola e não ter existido contacto, apesar de no caso de não o ter conseguido poderia ter colocado em causa a integridade do adversário.
E também pelo jogo em si, que decorreu em extrema acalmia.
O tribunal do jogo é feito por 3 ressabiados que vêm agora a possibilidade de criticar nos outros as vergonhas que eles próprios fizeram.

SL

Caetano disse...

Acho que antes de apontarem ao árbitro, deveriam apontar ao Izmailov por aquela entrada perfeitamente escusada. O homem até "puxou a culatra" atrás para fazer aquela entrada...

Era preciso ter partido a perna ao jogador para ser digno de expulsão?

Visconde disse...

Caro Katano

Não entres por esses caminhos...
Eu fiz a exposição de modo que em parece correcta, a entrada é viril, mas o jogador joga a bola, é uma atenuante ou não...?
E se o jogo estivesse a decorrer em clima de guerra até percebia, no caso concreto não, só serviu para incendiar os ânimos durante alguns dias.

E digo mais, já vi jogadores partiam perónios e afins a outros e nem amarelo receberam...portanto!!!

Caetano disse...

lol :P "Qual é a fractura, qual é ela?"

Mas realmente, o jogo até estava a correr bem e não sei porque é que ele fez aquilo. Calhou a acertar na bola... e logo a seguir na canela. Uma entrada daquelas é para levar tudo à frente :P