18/08/08

Os Papa Taças

De regresso ao activo e da melhor maneira possivel, nunca a viajem de regresso ao mundo activo me tinha corrido tão bem, depois de mais uma saborosa vitória e da conquista do 1º troféu da época.
O Sporting apresentou-se no Algarve da melhor forma, exibindo um futebol bastante agradável para a altura da época em questão, superiorizando-se ao adversário, basicamente porque actuou como uma verdadeira equipa, foi bom ver a entreajuda entre colegas e a equipa a funcionar como um todo, onde apesar de haver 3/4 jogadores a destacarem-se, os restantes fizeram eles também exibições bem positivas. Paulo Bento decidiu baralhar as contas, apresentando no onze Abel e Romagnoli, quando se esperavam Grimi e Veloso, sendo que mais uma vez venceu tacticamente Jesualdo Ferreira que ainda não aprendeu a lição.
Os leões entraram melhor em campo e a mandar no jogo, embora a superioridade demonstrada só fosse sendo traduzida através das bombas de Rochemback. Aos pouco o Porto foi equilibrando o jogo e assistimos a uma partida jogada a bom ritmo e com lances de ataque de parte a parte, embora sem grande perigo, as defesas iam superiorizando-se aos ataques. Destaque para o pontapé ao poste de Lucho e claro está para o golo inaugural de Yannick, aproveitando bem o passe de Romagnoli para colocar o Sporting em vantagem mesmo antes o intervalo.
No segundo tempo e quando se esperava uma reacção portista à desvantagem no marcador foi o Sporting quem entrou melhor novamente e a dispor de uma clara ocasião de golo que Yannick desta feita desperdiçou, mas como a ameaça estava feita, pouco minutos depois e após jogada de insistência de Izmailov, Sapunaru isola magistralmente (qual Secretário a servir Acosta...) Yannick que não se fez rogado e ampliou a vantagem leonina com um chapéu executado com classe. O Sporting tinha tudo para conquistar o troféu, até porque o porto não dava sinais de conseguir reagir da melhor forma.
Aos poucos os azuis foram dando trabalho a Rui Patricio que ia mostrando serviço, e após 2/3 remates de maior grau de dificuldade parados pelo GR leonino, eis que surge o momento do jogo. Candeia cruza, Caneira corta de cabeça e a bola vai à mão, Xistra e o seu assitente não têem dúvidas e assinalam (bem) grande penalidade, era a oportunidade de Lucho reduzir o marcador e tentar o assalto final, mas era a noite de Patricio, o jovem de Marrazes defende o pontapé com mestria e torna-se um dos heróis da noite.
Até final alguns lances de perigo de parte a parte, com a defesa leonina a mostrar bastante solidez e entreajuda não permitindo qualquer tipo de veleidades ao adversário.
O Sporting entra assim com o pé direito na nova época conquistando a 7ª Supertaça do seu historial, a 2ª consecutiva pela 1ª vez no seu historial. Espero que a equipa mantenha o espirito aguerrido e de ajuda que demonstrou neste jogo e que todos nós saibamos apoiar nos momentos menos bons. O Sporting tem todas as condições para ser campeão nacional, agora é preciso não entrar em euforias e ser calculistas e pragmáticos como o foram nesta final.
Todos juntos...rumo ao titulo!!!
Positivo:
- Yannick Djaló, Rui Patricio e Izmailov foram na minha opinião os jogadores que mais se evidenciaram nesta partida. O avançado pelos 2 golos que nos deram a vitória e por ter sido uma dor de cabeça constante para a defesa portista. Rui Patricio porque defendeu tudo o que havia para defender, esperando que mantenha o nivel exibido e se assim for estamos descansados. Izmailov porque apesar de não ter dado tanto nas vistas fez um jogão, a atacar, a defender, o russo estava em todo lado, apoiou Caneira quando foi preciso, secou Lucho na grande parte do tempo, fez a cabeça em água ao Sapu e ainda assistiu Yannick no 2º golo da noite. Em cheio...;
- A coesão defensiva leonina, mostrando os argumentos que fez dela a melhor da Europa há 2 anos;
- A mobilidade do ataque leonino;
- A capacidade de Paulo Bento em lidar com jogos deste tipo;
Negativo:
- Apesar de considerar que fez uma arbitragem positiva, a dualidade de critérios na amostragem de cartões foi algo que desagradou. Polga viu um amarelo por ter tocado em Rodriguez com o dedo mendinho de raspão, já Bruno Alves fartou-se de dar cacete e amarelos nem vê-los. Veloso leva amarelo depois de sofrer falta e ser agarrado e esbracejado por Rodriguez. Raúl Meireles pontapeou a bola para longe em sinal de protesto e não foi admoestado...
- A organização e cerimónia de entrega do troféu deu uma imagem muito fraca do futebol nacional. A demora e o palco utilizados nem nas Ilhas Caipé se utilizam...exigia-se mais respeito por parte da FPF e do seu presidente que nem se dignou ir ao jogo...

11 rugido(s):

Caetano disse...

O Sporting jogou bem e o FCPorto jogou... zero. Parabéns pelo troféu, foi merecido.

Oh Visconde, no negativo só falta referires a não exibição do amarelo ao Caneira por aquela patada na partes baixas do Rodriguez :P No penalty seria o 2º e consequente vermelho embora eu ache que, ainda assim, o FCP não conseguisse inverter o resultado.

mpre27 disse...

Caro Visconde,

agora é esperar que os jogadores encarem os restantes jogos como se de finais se tratassem.

Abraço Leonino!

Tite disse...

Caro Visconde,
Com a devida vénia... não reparou que o "papa" estava presente ... na tribuna presidencial?
Como queria que o árbitro fosse imparcial???
"Noblesse oblige"
Nunca se sabe o que pode acontecer e essa figura parece estar cada vez mais reabilitada. Caso contrário não devia, nem podia estar naquele lugar.
A menos que o castigo não seja para cumprir!!!!
Eu é que cada vez estou mais confusa...
Rugidos leoninos... de espanto!

Renata A. disse...

Gostei da exibição da equipa. Entrámos com força, com ambição e empenho. Fomos superiores ao Porto e merecemos ganhar a SuperTaça. Nãpo foi apenas felicidade, houve muito esforço.
Djaló foi o Liedson de serviço e Patrício mostrou estar muito mais maduro e sereno.
É certo que ainda faltam muitos jogos e este foi o primeiro a "doer" mas arrico dizer que esta é a primeira de muitas conquistas esta época.

SL

Armando Silva disse...

Grane vitória da equipa que parece assumir-se como a PRINCIPAL candidata ao titulo nacional... Jogamos bem e merecemos inteiramente o titulo. Parabéns a todos e venha agora o campeonato, sempre com a mesma mentalidade e raça!!!!

Grande abraço caro amigo

Tina disse...

Amigo Visconde
Na parte negativa só falhou um "pormaior".
O qe estava o "papa" a fazer, sentado na bancada VIP?
Não será isto uma provocação permitida e aceite pela FPF?
Aquando da Taça de Portual não se atreveu a tanto...ou terá sido o Presidente da República que não aceitou sentar-se ao lado de um corrupto?
SL

Visconde disse...

Quando assistimos à palhaçada que são as reuniões do CJ da FPF e o resultado ou não das suas decisões que podiamos esperar...?
Quando nem o presidente da promotora do espectáculo decide aparecer, não se pode exigir respeito quando quem devia ser exemplo é igual aos demais.
A podridão no nosso futebol irá continuar por mais que alguns (poucos) tentem remar contra a maré...

SL

THE SUPERCOBRA disse...

CARA DONA TINA: NESSE CASO NÃO SE APLICA 'BANCADA VIP', MAS SIM 'BANCADA BIP'.
MUH AH AH AH AH AH

Tite disse...

Felizmente que ainda há gente bem humorada para analisar questões tristes.
Porque não aderir às Produções Fictícias?
Ah!ah!ah!ah!

THE SUPERCOBRA disse...

ESTIMADA DONA TINA: ESPEREMOS QUE ESSA TAL BANCADA FOSSE BEM AREJADA. QUE ME CONSTE A FEDERAÇÃO NÃO FEZ NENHUMA ENCOMENDA DE MOLAS PARA O NARIZ, E OUVI DIZER QUE A INSIGNE SRA.CAROLINA DEIXOU DE FUMAR DEVIDO AO INCOMPORTÁVEL PREÇO DO SG GIGANTE. E MESMO QUE NÃO TIVESSE LARGADO TÃO NEFASTO VICIO JÁ DE NADA ADIANTARIA PARA ESTE EFEITO...

Tina disse...

Estimada Dona The supercobra: Dona Tina, só se fôr a sua avó, porque eu sou Tina. Tá?
(estou a brincar)
Mas detesto que me tratem por dona.
Parabéns pelo sentido de humor, é sempre agradável, particularmente nestas situações que me deixam muito....assanhada.
SL